Itália: Roma 3 Dias

Hoje vou contar um pouquinho do meu Roma 3 Dias, quais os pontos turísticos principais que visitei e o que mais gostei de ver por lá

Roma 3 Dias

Roma foi umas das cidades mais fáceis de criar o roteiro, isso porque você consegue fazer tudo a pé.
Vou tentar contar tudo que vi por lá nesses 3 dias incríveis que passei pela cidade.

Roma 3 Dias

Roma 3 Dias





Leia Também: Roteiro Itália
Vlog Roma Dia 1

Resuminho da Origem da cidade de Roma

A origem de roma se dá através do mito de Rômulo e Remo, eles que eram gêmeos foram jogados no rio Tibre, na Itália.
Foram resgatados por uma loba, que os amamentou e mais tarde foram criados por um casal de pastores.
Depois de adultos, voltaram para sua cidade natal Alba Longa e ganham terras para fundar uma nova cidade que seria Roma.

Localização

Nós ficamos hospedados no bairro Campo Di Fiori – onde fica a única praça de Roma que não tem uma igreja.
Nessa praça todos os dias tem uma feira de frutas, temperos típicos, da pra caminhar por ali e se sentir um residente.
Como comentei com vocês, fizemos tudo a pé e nos dias de preguiça dava pra comer por ali mesmo, já que o Campo Di Fiori é repleto de restaurantinhos fofos.
A noite a Piazza Campo Di Fiori fica repleta de pessoas, vale comprar um gelatto e observar o movimento.

Outros bairros que acho que seria bacana para se hospedar: Trastevere – bairro charmosinho, cheio de ruazinhas e restaurantes com mesas nas ruas, e o Centro Histórico que é perto de tudo.

Pelas ruas do charmoso bairro Trastevere

Alimentação

Um dos lugares que melhor comi na Itália com certeza foi em Roma, tanto a massa quanto a pizza são realmente divinas!

Por lá eles tem a cultura de dividir o cardápio em: primi piatto e secondi piatto.
O primi piatto geralmente são opções clássicas de massas: Carbonara, Putanesca, Pomodoro, Al Formaggio.
Já o segundo prato geralmente é uma carne ou um peixe, mas é bem diferente daqui do Brasil que quando pedimos uma carne vem acompanhado de uma batatinha, um arrozinho rs, por lá vem só a proteína mesmo e só.

Na Itália eles levam a comida a sério, até a mais simples refeição como por exemplo, um spaghetti al pomodoro – o clássico espaguete ao molho vermelho, consegue se transformar em uma refeição extremamente saborosa.

Aquele spaguetti com sabor da nona!

Existe uma infinidade de restaurantes, eu lembro que saí do Brasil com várias dicas de onde comer em Roma.
Mas confesso que também faz parte da viagem descobrir as trattorias e osterias nos cantinhos escondidos da cidade, então a dica é: perca-se!

Agora que fiz um resumo geral sobre Roma, vamos aos pontos turísticos…

Dia 1: Pantheon, Piazza Navona e Fontana di Trevi

Uma das coisas que mais impressiona em Roma é o patrimônio arquitetônico, você está andando tranquilamente pela rua quando se depara com alguma obra de arte ou algum monumento incrível.
Da mesma forma que você verá obras lindas, também verá muitos turistas disputando pelo melhor lugar para tirar foto – haja paciência rss!
Sendo assim, sempre que possível acorde cedo para desfrutar da paz e poder aproveitar cada cantinho de Roma.

Leia o meu Diário de Viagem Roma Dia 1

Pantheon

E esse é o caso do Pantheon – o monumento mais bem conservado da história antiga!


O Pantheon era um Templo e anos depois foi transformado em uma Igreja Católica a Basílica di Santa Maria della Rotonda.
Todos os dias acontecem missas e celebrações, em seu interior encontram-se as tumbas dos reis da Itália: Vittorio Emanuele II e Umberto I.


O Pantheon também tem fama por ter uma enorme cúpula sem que nenhuma outra estrutura a sustente, mistérios das arquitetura!
A visita ao Pantheon leva de uma a duas horas – depende da sua curiosidade de explorar!

Piazza Navona

A Piazza Navona é uma das praças mais famosas e mais bonitas de Roma, antes de virar praça, aqui era o estádio de Domiciano com espaço para mais de 30.000 pessoas.
Esse estádio era onde os cidadãos romanos se reuniam para assistir aos jogos atléticos gregos.

Piazza Navona

A Piazza tem 3 fontes que valem a parada: Fontana dei Quattro Fiumi, Fontana del Moro e Fontana del Nettuno.
É também nessa piazza a sede da Embaixada Brasileira e do Consulado-Geral do Brasil.

Piazza Navona
Fontana dei Quattro Fiumi
Piazza Navona Fontana Del Moro
Fontana Del Moro

Fontana di Trevi

A fontana di Trevi é uma fonte absurdamente linda que retrata uma carruagem no formato de concha, sendo puxada por cavalos marinhos e guiada por Tritões.


A Fontana di Trevi foi um dos meus pontos favoritos de Roma, a parte chata mesmo são os turistas haha!
No final da viagem tive mais um dia em Roma e decidi visitar com mais calma a noite.
Sim a noite também tem muito turista, mas a fonte fica toda iluminada, muito lindo de se ver, vale a visita no escurinho também.

Diz a lenda que se você jogar uma moedinha de costas pra fonte você terá sua volta garantida a cidade – na dúvida jogue sua moeda.

Muito turista pra pouca fonte haha

Monumento Vittorio Emanuele II

Também conhecido como Vittoriale, podemos encontrar caminhando por Roma esse edificio enorme localizado na Piazza Venezia.
Ele foi inaugurado em 1911 para homenagear o primeiro rei da Itália: Vittorio Emanuele II.

Você pode visitar o interior do monumento, mas mesmo que não o faça vale a pena a visita ao menos do lado de fora para admirar a vista panorâmica da cidade.





Dia 2: Vaticano, Castelo de Sant’angelo e Trastevere

No nosso segundo dia em Roma nos programamos para ir ao Vaticano imaginei que gastaríamos um dia todo por lá – chegamos umas 10:00h e saímos umas 16:00h.
Mas no meio do caminho tinha um castelo, então demos uma paradinha rápida para fotos.

Leia o meu Diário de Viagem Roma Dia 2

Castelo de Sant’angelo

O Castelo de Sant’angelo foi construído para abrigar o mausoléu do imperador Adriano.
Mas ao longo dos anos ganhou outras finalidades como função de proteção militar, residência de nobres – inclusive dos Papas.


A visita por dentro do castelo ficou pra uma próxima vez, mas ficou um gostinho de quero mais.

Rio Tibre

Vaticano

Independente da sua religião, acredito que não tem como ignorar uma passada pela cidade do Vaticano.

O Vaticano é conhecido por sua história, sua arte, mas também por ser um dos passeios mais lotados por visitantes do mundo todo – de novo paciência, paciência e paciência rs.

Basicamente você vai poder visitar o Museu do Vaticano, a Capela Sistina – onde tem os famosos afrescos de Michelangelo e a Basílica de São Pedro.

No final do dia, você vai achar que foi muito pra absorver! São muitos salões, muitas obras, a impressão que temos é que vamos ser engolidos com tanta informação, não é a toa que os religiosos e estudantes fazem excursões de semanas para poder absorver tudo isso aos poucos.


Fizemos a visita do Museu e da Capela Sistina pela manhã e a na parte da tarde fomos a Basílica de São Pedro, sem dúvidas a Itália tem igrejas lindas mas nossa que impactante ver aquele tamanho de Igreja!


O que dizer desse raio de luz entrando? Lindo demais…


Eu tenho muita coisa pra falar do Vaticano, e penso em fazer um post só sobre ele – aguardem rs!.

Trastevere

O Trastevere é um dos bairros mais charmosos e tradicionais de Roma e resolvemos terminar o nosso dia conhecendo a região.
Muitos turistas inclusive escolhem esse bairro para se hospedar devido a sua fama de ter a essência de Roma no ar.

Por ali as casas e restaurantes se misturam no meio de turistas e artistas de rua, uma boa opção é passar um fim de tarde andando pelas ruas e jantar no restaurantes com mesinhas do lado de fora.






Dia 3: Coliseu, Foro Romano e Palatino

Dedicamos nosso último dia para ir ao Coliseu, quando compramos o ticket ele também dava acesso as ruínas do Fórum Romano e do Palatino.

Leia o meu Diário de Viagem Roma Dia 3


Coliseu

O enorme Coliseu, que antes palco de gladiadores, animais selvagens e até alguns sacrifícios.
A construção que foi fortemente danificada por terremotos e ainda assim é um dos lugares mais visitados de Roma.

Foi muito excitante caminhar pelas galerias e ter aquela visão da arena imaginando tudo o que já aconteceu ali, é até engraçado dizer mas esse foi o passeio em Roma que mais me emocionou.






Foro Romano e Palatino

Ruínas de estátuas e monumentos imensos, o Foro Romano e Palatino costumava ser o “centro” de Roma, praticamente um parque ecológico.

Fiquei imersa pela antiguidade romana e imaginando como era viver ali há séculos atrás.






Em breve também, vou detalhar mais pra vocês o passeio do Foro Romano e do Palatino.

Espero que tenham gostado gente <3

Beijos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image
Reload Image